Identidade da Entidade

Defina a identidade da sua entidade

Um dos princípios básicos da orientação objetos é que toda entidade deve ter um identidade. Esse princípio é tão importante que se não o levarmos a sério podemos ter problemas nas nossas lógicas de negócio e muitas vezes nos frameworks que trabalhamos, como JSF ou JPA/Hibernate.

Na linguagem Java a identidade de um objeto é definida através do métodos equals e hashCode. Implementá-los de forma correta pode evitar problemas quando trabalhamos com componentes de seleção no JSF (como h:selectOneMenu ou h:selectManyMenu) ou quando implementamos nossos conversores genéricos de entidades, por exemplo!

Para melhor entender a necessidade de definir a identidade de suas entidades, você pode ler meu post no blog dos desenvolvedores e instrutores da TriadWorks! Lá além de abordarmos temas como design de classes e Domain-Driven Design (DDD), nós também comentamos sobre algumas boas práticas quanto a maneira correta de implementar os métodos equals e hashCode ao trabalhar com Hibernate!

Comentários sobre o CCT de Maio/2008

Como eu havia falado antes, o CCT de Maio ocorreu no último sábado na Faculdade Lourenço Filho (FLF). Foram três palestras com temas bem distintos e de qualidade. O evento contou com 70 pessoas, em sua grande maioria estudantes. Infelizmente os profissionais do nosso mercado por algum motivo se ausentam de eventos como este, mas estamos tentando contornar isso.

As três palestras foram excelentes, a minha palestra sobre Domain-Driven Design, a de JME ministrada pelo Vando Batista e a palestra sobre Integração Contínua ministrada pelo Luthiano Vasconcelos. Acredito que todos nós conseguimos abordar os temas com objetividade e proficiência. Mas com certeza o Luthiano merece meus parabéns por ter apresentado aproximadamente 25min da sua palestra sem a ajuda dos slides devido a problemas técnicos, ele é o cara!

Neste evento o Rafael Carneiro reforçou o movimento Shoes is Watching, distribuindo uma cópia do folder aos 20 primeiros que chegassem ao evento, foi bem divertido a repercussão desta brincadeira, algumas pessoas gostaram muito, outras odiaram e outras desconheciam o Shoes, porém depois do evento todos sairam de lá sabendo quem era o Phillip Calçado (aka Shoes) e o motivo da brincadeira.

Gostaria de agradecer a coordenação do CEJUG, a FLF por ter cedido o local e o excelente coffee-break, e alguns amigos que me ajudaram direta ou indiretamente durante um estudo mais aprofundado sobre o tema como o Alessandro Lazarotti, Rommel Costa, Christiano Milfont, Rafael Carneiro e Tarso Bessa.

Café com Tapioca de Maio (2008)

No dia 17 de Maio, sábado, a partir das 09:00h, ocorrerá na Faculdade Lourenço Filho o próximo Café com Tapioca. Nesta edição eu estarei ministrando uma palestra com o tema Domain Driven Design, um assunto muito interessante que tem trazido muitas discussões de qualidade em diversas listas de discussão, blogs, entre amigos e principalmente em fóruns como o do GUJ.

Assim como no último CCT, este novamente contará com três palestras:

Como podem ver o evento contará com grandes temas e grandes profissionais. Na verdade eu me sinto ofuscado entre os dois profissionais (Luthiano e Vando), sinto que terei que me sair muito bem para ao menos ser -vagamente- lembrado no evento 😛

Será necessário a inscrição prévia no JugEvents caso você tenha intenção de participar dos sorteios e receber um certificado de participação, além do mais será necessário doar 1kg de alimento não perecível. Para maiores informações vocês podem ir no site do CEJUG ou no blog Rafael Carneiro.

Ah! Não esqueçam que no final do evento sempre rola uma confraternização :) Esta é a melhor parte, rss.
Valeu, espero vocês lá!