38 thoughts on “O que todo bom desenvolvedor JSF deveria saber

  1. fala Ponte.
    ótimo post. Achei até o seu MELHOR post!!
    muito bons esses links, ja estão anotados.
    continue assim amego…
    até.

  2. Aê Rafael, mandou bem.

    Reforço também a qualidade do Seam. Eu fiz um pouco o caminho inverso. Meus primeiros contatos com JSF foram com o Seam, somente depois participei de um projeto JSF sem o Seam. O sentimento era que JSF tinham muitas limitações e que o Seam é quase que obrigatório para quem quer desenvolver com JSF, já que, como você mesmo falou, resolve grande parte dos problemas encontrados e de maneira bem elegante.

    Parabéns pelo post BEM completo e com ótimas referências.

  3. Bom post, percebo também muitas vezes perguntas basicas o que comprova a falta de pesquisa ou até mesmo de tentativas praticas para solucionar o problema. É importante lembrar que para aprender qualquer nova tecnologia iremos sempre nos esbarrar com algum tipo de problema, e são eles que nos faz aprender e dominar a tecnologia de fato.

    Outro problema que percebo, são programadores que estão migrando de tecnologias que mantem a muito tempo um certo padrão de desenvolvimento ou até mesmo uma base de conhecimento padronizada. O que no java parece muitas vezes algo disperso, afinal temos varias tecnologias, e podemos usar elas combinadas ou não e podemos ter bons resultados. Para quem esta entrando neste mundo tende a ter muitas dificuldades e ficam em perguntas basicas.

    A minha dica é, procure sempre a documentação oficial, ou um material de referência com procedência, sempre terá um “como iniciar”, “primeiro exemplo”… etc… Não tenham medo, leia o material, tente os exemplos, e terão a certeza que é mais simples do que parece.

    Antes de postar qualquer pergunta, pergunte a sí mesmo, se você leu a documentação, se entendeu, se fez algum exemplo, e o mais importante se pesquisou algum problema parecido? caso as respostas não atendam a necessidade ai sim se faz necessário uma pergunta em forum.

    De certa forma isso parece ser rude demais, mas é apenas uma dica para o bem de todos os interessados em tecnologias. Já cometi erros do tipo, e hoje procuro seguir essa pequena receita e venho obtendo sucesso.

    Um abraço a todos,

  4. Simplesmente leitura obrigatória!

    Parabéns Ponte, seguindo o raciocínio do Joel, já pensou em escrever um livro?

    Abraço!

  5. Ola Sr. Rafael Ponte,
    eu ja assinava seu RSS a um tempo, e acompanho as postagens na lista javasf@googlegroups.com.
    Mto bom ter alguem com seu nível de conhecimento, nos passando dicas e artigos para nosso aprimoramento profissional.
    Atenciosamente, um abraco
    Marcao
    PR

  6. muito bom,Ponte…
    esses teus posts são salvadores-da-pátria…geralmente as pessoas são um pouco egoístas em relacao ao conhecimento:é realmente raro se ter um blog num nível alto como esse teu!
    parabéns!

  7. Gostei do seu blog e dos links que você recomenda. Estou começando aogra com JSF e tive muita dificuldade para entender como o Converter funciona, ele dava erro e não sabia porque ai cheguei no seu blog atraves de um arqtigo que você explica que sempre que usamos converter, os metodos equals e hashCode devem ser sobreescritos.

    sempre que puder estarei lendo o seu blog

    abraço

  8. “O que todo bom desenvolvedor JSF deveria saber”: conheça o Wicket, e você verá a quantidade de conceitos e camadas e abstrações feitas pelos frameworks ‘complementares’ (Seam & cia.) que foram criadas pra resolver problemas inventados pelo próprio JSF.

    É sério, depois de usar o Wicket, você percebe quanto tempo perdeu tentando martelar essas soluções mágicas.

  9. Removido comentário de um anônimo. Se o dono do comentário não tem coragem e hombridade de expor sua identidade então seu comentário, com certeza, é que não estará exposto no meu blog.

  10. Faz pouco tempo q eu tenho tentado entender sobre JEE e desenvolvimento web e eu preciso dizer q teu post foi fundamental para eu compreender um zigalhão de coisas. E nesses tempos, pra entender alguns fundamentos eu tinha sempre q ler algo ‘do b+a=ba’ oq torna a evolução do aprendizado meio massante por sempre começar do zero.
    Pra mim foi como pegar um bonde andando, mas agora eu já sei bem melhor oq estudar quando nao entender algo.

    Grato pelo extrato de conhecimento, e pela excelente fonte de referencias!!

  11. Rafael, venho do php e cada dia que estudo java, não dá vontade de parar, mas desenvolvedores também dormem :p. Foi um dos posts mais longos que já li, pois a cada link sugerido, nos leva para links que parecem intermináveis. Assim como o Dalton falou, ainda estou digerindo muitas coisas. Mas exclareci muitas dúvidas sem precisar perguntar nada. Leitura altamente recomendada. Parabéns pelo teu trabalho.

  12. Muito bom cara, parabens pelo post.
    Este é o tipo de post que todo desenvolvedor deveria ler.
    Mais uma vez, Parabens.
    …e obrigado!

  13. Ponte,

    Conhecia o JSF em uma pós-graduação com enfase orientação a
    objetos, deu para ter uma noção de como utilizá-lo JSP para desenvolvimento de aplicações web,

    Gostei muito do JSP quanto ao tratamento de variaveis para uso da sessão, com muita facilidade criamos um chat, muito legal,

    Tive a oportunidade de conhecer o PHP, quando comecei a utilizar o tratamento de variáveis para uso da sessão, me deu um desânimo danado,

    Ae voltei para o bom e velho java para web, tive da extensão do JSP por meio do JSF,

    Estou muito aminado, depois de ter lido o seu post,

    PARABÉNS,

    Esclareceu muitas dúvidas.

  14. […] casos de desenvolvedores que simplesmente ignoram o ciclo de vida do JSF. Estou falando disso: http://www.rponte.com.br/2009/01/19/o-que-todo-bom-desenvolvedor-jsf-deveria-saber/ .  Sem contar que na prática, a web não é totalmente abstraída. O desenvolvedor tem que saber […]

  15. Show de bola! Em particular a parte do ‘pense simples’. Vejo muito o pessoal agregando um monte de pacotes e dependências desnecessárias quando poderiam criar alguma coisa simples que evitaria a necessidade de se incluir novas complexidades na aplicação.
    De fato penso que até mesmo o “kit JBoss” é um tiro de canhão para a maior parte dos desenvolvedores.
    Outra coisa que o pessoal esquece às vezes: JSF é servlet… saber como funcionar o mecanimos servlet é essencial.

  16. Eu sei que é meio tarde, mas é que estou começando agora a trabalhar com JSF, e penando muito justamente por não ter tido tempo para aprender esses conceitos básicos.

    Muito bom seu post! Parabéns!

  17. Kara. Parabéns seus post foi um dos melhores que eu já li, estou aprendendo o JSF por conta própria para utilizar no meu TCC. E com esse post você me direcionou para vários caminhos. Valeu , muito obrigado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *